Qual e o objetivo do CEDEAO?

Qual é o objetivo do CEDEAO?

Criada em maio de 1975 pelo Tratado de Lagos, a CEDEAO é um grupo de 15 países cujo mandato é promover a integração económica em todas as áreas de atividade dos Estados-membros. Na base das avaliações contemporâneas, essa organização regional ultrapassou as expetativas dos seus pais fundadores.

O que a Apec tem feito?

A APEC é um bloco econômico que tem como principal objetivo apoiar o crescimento econômico sustentável e a prosperidade da região do Pacífico. Trabalha também em defesa do comércio e o investimento livre e aberto, promovendo a aceleração e a integração econômica regional.

Quais são os países da Comesa?

Criada em 1993, a Comesa é formada por Burundi, Comores, Djibuti, República Democrática do Congo, Egito, Eritreia, Etiópia, Quênia, Líbia, Madagascar, Malawi, Maurício, Ruanda, Seichelles, Sudão, Suazilândia, Uganda, Zâmbia e Zimbábue.

Como é o território da África Ocidental?

LEIA TAMBÉM:   O que e um trabalho intermitente?

Antes da criação da CEDEAO, o território da África Ocidental era constituído por estados com diferentes experiências coloniais e diferentes administrações que, em conjunto, acabaram por definir as fronteiras dos 15 países situados nessa zona.

Por que a África Ocidental cresce?

Hoje, a medida que as economias dos países Africanos continuam a registar um crescimento regular, a África Ocidental permanece uma das regiões mais robustas do continente, tendo crescido num ritmo de 6,7 porcento em 2013 impulsionado em grande parte pela prosperidade coletiva da CEDEAO.

Quais são as instituições especializadas na África Ocidental?

Também existem Instituições Especializadas, tais como a Organização Oeste Africana da Saúde (OOAS), a Agência Monetária da África Ocidental (AMAO) e o Grupo Intergovernamental de Ação contra o Branqueamento de Capitais e o Financiamento do Terrorismo (GIABA).

Qual é o novo tratado do Oeste Africano?

Este novo tratado dá formalmente à Comunidade a responsabilidade de evitar e resolver conflitos na região. Sete países desta região formaram uma união económica e monetária chamada de União Económica e Monetária do Oeste Africano sob o compartilhamento do franco CFA, a moeda comum desses países.