Como os impostos nao sao bons nem ruins?

Como os impostos não são bons nem ruins?

Para José Eduardo Pimentel de Godoy, historiador da Secretaria da Receita Federal, as tendências não são invariáveis. “Há movimentos para a direita, para a esquerda, para baixo, para cima – são ciclos que dependem de fatores políticos, sociais e econômicos.” Os impostos não são bons nem ruins.

Qual a razão da existência dos impostos?

Contudo, ainda assim, o cidadão atento continua se indagando sobre a razão da existência dos impostos. Em primeiro lugar, é essencial relembrar que nem todo tributo é um imposto, mas todo imposto é um tributo. Ou seja, os impostos estão dentro do conjunto dos tributos da seguinte maneira:

Por que os impostos devem ser quitados?

LEIA TAMBÉM:   O que acontece na Siria?

Por serem obrigatórios, os impostos precisam ser quitados dentro das datas de vencimento ou renegociados. Entre as principais consequências para quem não paga os impostos obrigatórios diretos estão as multas. O valor pode ser atualizado conforme juros mora, taxas ou tarifas adicionais e ainda multas.

Quais são os impostos indiretos?

Veja agora quais são os impostos obrigatórios indiretos que você paga e, muitas vezes, nem sabe que paga. Os impostos indiretos podem ser entendidos como aqueles que já estão no valor total de bens ou produtos. Geralmente, o que ocorre é que, os custos são repassados ao consumidor final.

Como surgiram os impostos aplicados em Portugal?

Vejamos, então, como surgiram os principais impostos aplicados em Portugal. O mais falado e também o mais comum, porque está na eletricidade que gastamos, naquilo que comemos e até na água que bebemos. O Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) nasceu a 1 de janeiro de 1986 e veio como “brinde” com a adesão à CEE.

Por que não pagam os impostos profissionais?

Antes do IRS existiam também diversos impostos profissionais, mas os funcionários públicos, por exemplo, não pagavam este tipo de impostos. A ideia foi uniformizar a cobrança destas contribuições, indo ao encontro do que já se fazia noutros países.

LEIA TAMBÉM:   Quais sao as caracteristicas do caracol?

Como começa a história dos impostos?

Como começa a história dos impostos? A verdade é que até na Bíblia se falava em cobradores de impostos e, já na altura, não tinham boa reputação. Em Portugal, quando o país ainda era Lusitânia, já se pagavam impostos a Roma.

Como recorrer a cobrança de impostos sobre produtos importados?

Se você verificar que a cobrança é de alguma forma equivocada, é possível recorrer e solicitar uma reanálise. Apesar de ser um processo muito simples, contestar uma cobrança indevida de impostos sobre produtos importados exige alguns passos fundamentais. Para garantir que seja feito com mais rapidez e sem mais aborrecimentos.

Quais são os principais impostos?

Veja os principais impostos: a) ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços. b) IPI – Imposto sobre Produtos Industrializados. c) ISS – Impostos sobre Serviços. d) Impostos Aduaneiros – Imposto de Importação e Imposto de Exportação. Há, ainda, algumas contribuições que incidem indiretamente sobre o consumo.

Quando começou a coleta de impostos em dinheiro?

Esse comportamento foi incentivado pelos reis, que preferiam ter menos rivais militares e manter, eles próprios, exércitos profissionais. Outro fator que motivou a coleta de impostos em dinheiro foi o surgimento, por volta do ano 1000, de pequenas vilas onde se concentravam artesãos produtores de bens de consumo.

LEIA TAMBÉM:   Qual a melhor estrategia para perder peso?

Por que os impostos eram mais altos para estrangeiros?

Os impostos eram mais altos para estrangeiros, e especula-se que foi para pagar dívidas tributárias que os hebreus, por exemplo, acabaram como escravos. O Império Romano aperfeiçoou a técnica de impor tributos a estrangeiros.