Quanto tempo posso ser cobrado por uma divida?

Quanto tempo posso ser cobrado por uma dívida?

5 anos
Os mais comuns são os serviços, como luz, água e telefone, além de cartões de crédito e planos de saúde. Esses débitos prescrevem em 5 anos. Depois desse prazo, o credor não pode mais acionar a Justiça para receber os valores devidos, nem deixar esse consumidor negativado.

Quanto tempo fica a dívida no banco?

cinco anos
Dívidas com banco Na prática, todas as dívidas com instituições financeiras prescrevem em cinco anos, no entanto, existem algumas diferenças dependendo da sua dívida com o banco. Ao passar cinco anos, o banco não terá direito de cobrar sua dívida, apesar da dívida ainda existir, você ainda vai estar em débito.

Qual a obrigação do banco para pagar a dívida?

De modo algum o banco pode lhe obrigar a pagar esta dívida, ou fazer ameaças de um eventual processo judicial e negativação do seu nome, pois a dívida já venceu. Ou seja, não há mais obrigação legal de fazer o pagamento, embora o débito nunca deixe de existir.

LEIA TAMBÉM:   Como se chama uma pessoa formada em Processos Gerenciais?

Por que a venda de dívida é mais comum?

Esse processo relacionado à dívida vendida é mais comum do que você imagina e na prática isso não significa nenhum problema para você. A venda de dívida tem um objetivo simples: fazer com que você pague. Por que o banco vendeu a minha dívida?

Por que a venda da dívida pode te trazer prejuízos?

Na prática, a venda da dívida não pode te trazer prejuízos. As condições acordadas no contrato original (juros, parcelamentos, etc) devem permanecer e, caso você identifique alguma cobrança abusiva, deverá entrar em contato com a instituição financeira que está te cobrando e, se necessário, acionar a justiça.

Quais são as empresas especializadas na compra de dívidas?

Já as empresas especializadas na compra de dívidas desempenham atividades diferentes, não têm uma relação direta com o banco, nem prestam serviços para eles. Elas apenas compram a dívida e trabalham para a recuperação do valor.