Qual o papel da Agricultura no desenvolvimento econômico?

Qual o papel da Agricultura no desenvolvimento econômico?

A agricultura desempenha (ou) então um papel fundamental no desenvolvimento econômico de diversos países, no progresso das finanças, da indústria e dos demais serviços.

Qual a importância da agricultura?

A importância da agricultura é, assim, indiscutível, pois é a partir dela que se produzem os alimentos e os produtos primários utilizados pelas indústrias, pelo comércio e pelo setor de serviços, tornando-se a base para a manutenção da economia mundial.

Como a agricultura compõe o setor primário da economia?

A agricultura compõe o setor primário da economia, tornando-se uma prática primordial para o desenvolvimento das sociedades.

Qual a importância da Agricultura no espaço geográfico?

A agricultura compõe o setor primário da economia, tornando-se uma prática primordial para o desenvolvimento das sociedades. A agricultura é uma das principais formas de construção e transformação do espaço geográfico

Qual a importância de uma agricultura produtiva?

No sector sociocultural, a manutenção de uma agricultura produtiva contribui para evitar os fenómenos de desertificação rural, fixando a população e preservando um património cultural (tradições e artesanato) o qual está associado há inúmeras gerações à actividade agrícola.

LEIA TAMBÉM:   Quanto tempo vive um cao com insuficiencia renal?

Qual a principal marca da Agricultura no Brasil atual?

Podemos dizer que a principal marca da agricultura no Brasil atual – e também, por extensão, a pecuária – é a formação dos complexos agrícolas, notadamente desenvolvidos nas regiões que englobam os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Qual a história do setor da Agricultura no Brasil?

Ao longo da história, o setor da agricultura no Brasil passou por diversos ciclos e transformações, indo desde a economia canavieira, pautada principalmente na produção de cana-de-açúcar durante o período colonial, até as recentes transformações e expansão do café e da soja.