Por que a agua e uma mercadoria?

Por que a água é uma mercadoria?

A princípio, a água deveria ser considerada um “bem da humanidade”, uma vez que ela é um elemento natural imprescindível para a vida e, portanto, deveria ser um direito garantido a todos. No entanto, é tornada mercadoria.

Como a água foi transformada em mercadoria?

Em 1863, Granier fundou a Société de l’Etablissement Thermal des Eaux Minérale de Vergezé, e foi aí que a água passou a ser vendida. Em 1869, com a chegada de um novo sócio, o Dr. Louis Perrier, a água passou a ser oferecida como tendo propriedades medicinais. Começa assim a saga das águas engarrafadas para a venda.

Porque a água não deve ser uma mercadoria?

O Fórum Alternativo Mundial da Água defende que água é direito de todos, não pode ser tratada como mercadoria. Para eles ninguém pode ser privado do acesso às fontes de água, pois a água é recurso essencial à vida no planeta e não pode ser controlada para atender interesses econômicos de quem quer que seja.

LEIA TAMBÉM:   Quem sao os atores da economia?

Quais países privatizaram a água e quais as consequências?

Herança da ditadura de Augusto Pinochet, a privatização das águas no Chile traz consequências diretas para a população até hoje. Segundo a ativista, o Chile é o único país do mundo que tem quase 100\% de sua água privatizada de forma perpétua.

O que é água como bem comum?

Por isso, defendemos a água como um bem comum, um bem sagrado, que não pode ser transformado em mercadoria. A água deve servir à reprodução da vida humana e nossa biodiversidade, não ao mercado, às corporações, ao setor da agroindústria e da mineração. Esses setores são responsáveis pela maior parte do consumo de água.

Quais são as consequências da privatização da água?

De acordo com o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), dados retirados em 2018, quase metade da população (mais de 100 milhões de pessoas) ainda não possuem acesso a um sistema de esgoto e cerca de 16\% (quase 35 milhões) não têm acesso a água tratada.

LEIA TAMBÉM:   Qual e o seguro residencial?

Quais países privatizaram a água?

Entre elas, Paris (França), Berlim (Alemanha), Buenos Aires (Argentina) e La Paz (Bolívia).

  • O lucro garantido em determinados casos é sinônimo de falta de acesso de um número grande de pessoas à sobrevivência.
  • Esse PL é uma declaração de uma sanha privatizante, isso não resta a menor dúvida.

https://www.youtube.com/watch?v=oXsK7fGmiLw