O que e coevolucao e exemplos?

O que é coevolução e exemplos?

Coevolução é o nome dado ao processo pelo qual duas ou mais espécies evoluem simultaneamente em resposta às pressões seletivas exercidas pela outra. Ainda pensando na relação inseto-planta, as adaptações existentes entre insetos polinizadores e flores são provavelmente resultantes de coevolução.

O que são fungos antagonistas?

Antagonistas são organismos que geralmente es- tão presentes no mesmo ambiente dos patógenos, como populações não virulentas ou outras espé- cies de bactérias e fungos, que irão impedir o desenvolvimento do patógeno e/ou reduzir o pro- gresso da doença.

O que é Hipovirulência?

Hipovirulência: introdução de linhagem do patógeno menos agressiva ou não patogênica, que pode transmitir esta característica para as linhagens patogênicas. Predação: quando um organismo obtém alimento a partir de fitopatógenos e de várias outras fontes.

Quais os mecanismos básicos do antagonismo?

BLAKEMAN & BRODIE (1976) e WELLER (1988), citados por ROBBS (1991) relatam como mecanismos básicos de antagonismo de bactérias o parasitismo direto ou predação, a antibiose, a competição por nutrientes e por sítios e pelo estímulo da resistência do hospedeiro.

LEIA TAMBÉM:   Como estornar um pagamento de GNRE?

Quais são as características de um bom fungicida?

CARACTERÍSTICAS DE UM BOM FUNGICIDA Geralmente aplicadas aos protetores de folhagem. Fungitoxidade: deve ser tóxico ao patógeno em pequenas concentrações. Especificidade: alguns fungicidas são específicos, outros são gerais ou de amplo espectro.

Quais são os métodos a se utilizar para o manejo integrado de doenças de plantas?

Temos 14 diferentes ideias para um manejo cultural:

  • Rotação de culturas.
  • Vazio fitossanitário.
  • Uso de material de propagação sadio.
  • “Roguing” (eliminação de plantas vivas doentes)
  • Eliminação de restos de cultura.
  • Inundação.
  • Incorporação de matéria orgânica no solo.
  • Sistema de cultivo/preparo de solo.

O que é controle de doenças de plantas?

O CONTROLE QUÍMICO DE DOENÇAS DE PLANTAS É, EM MUITOS CASOS, A ÚNICA MEDIDA EFICIENTE E ECONOMICAMENTE VIÁVEL PARA GARANTIR AS ALTAS PRODUTIVIDADES E QUALIDADE DE PRODUÇÃO, VISADAS PELA AGRICULTURA MODERNA. ESPÉCIES DE PLANTAS SERIA IMPOSSÍVEL SEM O EMPREGO DE FUNGICIDAS EM LOCAIS OU ÉPOCAS SUJEITAS A DOENÇAS.